Regulamento

Pretendemos com este regulamento transmitir algumas indicações para que a energia do espaço onde está inserido o Monte do Almo seja preservada, assim como a terra onde habitam tantos seres vivos. Mas não pretendemos que este seja um regulamento meramente informativo (ou fechado). Gostávamos que tivesse uma vertente educativa, mas também uma vertente inclusiva e participativa.

Algumas das sugestões propostas têm como objectivo minimizar práticas que promovam o impacto negativo do Turismo a nível ambiental, social e económico, é certo. Mas são também práticas que vão para além do Turismo e que podem ser implementadas e adaptadas ao dia-a-dia de cada pessoa.

Estamos receptivos a sugestões para minimizarmos o nosso impacto negativo (tal como todos, não somos perfeitos), assim como o de quem nos visita. Juntos podemos criar mais facilmente um ambiente mais sustentável, equilibrado e pacífico.

1– Principios Gerais

O Monte do Almo está aberto todo o ano, é uma homestay com a classificação de Alojamento Local com a Licença nº 119431/AL e destina-se ao alojamento de hóspedes.

Está localizado numa freguesia rural, a cerca de 10Km de Estremoz, e tem uma área vedada de cerca de 1.000m2.

A capacidade máxima de alojamento são 6 adultos distribuídos por três quartos (dois duplos e um twin). No total os três quartos têm 4 camas (duas camas de casal e duas camas de solteiro).

O Monte do Almo é um espaço exclusivamente vegano / compassivo que se rege pelos princípios do Turismo Responsável.

O respeito pelos valores do Monte do Almo (compaixão, vegetarianismo, preservação da natureza, respeito pelo meio ambiente, respeito pela diversidade, por todos os seres sencientes e pela cultura, populações e tradições locais) depende muito do comportamento de cada hóspede, sendo esse o principal enfoque deste regulamento.

Possuímos extintor, manta de incêndios, equipamento de primeiros socorros e sinalética adequados para a dimensão deste espaço e acessível aos hóspedes. Estes equipamentos não podem ser retirados indevidamente do local onde estão e só devem ser utilizados em caso de necessidade.

O Monte do Almo não se responsabiliza por acidentes, danos, furtos ou roubos aos hóspedes.

A admissão no Monte do Almo implica a aceitação e cumprimento deste regulamento.

2 – Admissão

O Monte do Almo está aberto ao público de acordo com a legislação aplicável em vigor e com as regras consignadas neste regulamento.

A possibilidade de estadia no Monte do Almo está dependente da disponibilidade de alojamento, do pagamento da reserva nas condições acordadas e da identificação do Cliente e do(s) seu(s) acompanhante(s).

Os hóspedes menores de 18 anos só se poderão instalar, acompanhados pelos pais ou outros responsáveis legais.

O acesso e permanência não é permitido a quem:

  • Apresente evidente estado de embriaguez;
  • Seja portador de substâncias psicotrópicas ou estupefacientes e demais proibidas por lei;
  • Seja portador de armas de fogo ou de ar comprimido;
  • Tenha lesado o Monte do Almo ou a sua entidade gestora anteriormente ou que tenha desrespeitado este regulamento;
  • Se faça acompanhar de animais de companhia sem ter avisado no momento da reserva e ter sido aceite a sua permanência (exceto cães guia, conforme a legislação em vigor);
  • Não pretenda respeitar este regulamento, incluindo o carácter vegetariano do Monte do Almo e a sua política de Turismo Responsável.

3 – Reserva e estadia

As reservas são feitas por email para hello@montedoalmo.com.

No acto de reserva, o hóspede deve indicar o número de hóspedes, situações especiais (como a companhia de animais, por exemplo, que está sujeita a aceitação) e a data de check-in e de check-out.

O horário de check-in deve ser combinado previamente, pois não existe recepção permanente, tendo em conta as seguintes janelas de horário: check-in entre as 15h e as 20h; check-out até às 11h da manhã (pode haver flexibilidade, havendo disponibilidade).

Todos os hóspedes têm obrigatoriamente de se identificar com documento válido no momento de check-in e cumprir demais formalidades legalmente exigidas.

As tarifas diárias são referentes ao período entre as 15h e as 11h do dia seguinte. A saída após essa hora ou entrada antes desse horário pode implicar o pagamento de mais uma noite, consoante tarifa em vigor.

O prolongamento do período de estadia previamente estabelecido e indicado pelo hóspede na reserva poderá ser alterado mediante consulta prévia, sendo concedido mediante disponibilidade.

4 – Visitantes

As visitas, por norma, não são permitidas. No entanto, caso o hóspede solicite receber visitas, estas poderão ser aprovadas. Nesse caso, as visitas não podem pernoitar, nem permanecer no Monte do Almo entre as 20:00 e as 09:00, salvo acordo em contrário, devem identificar-se e devem respeitar as regras e normas deste regulamento.

5 – Animais

O Monte do Almo é um espaço pet friendly, mas a aceitação de animais – excepto cães guia – depende das suas características (até porque temos um cão que não se relaciona com todos os animais). A análise tem de ser feita caso a caso e poderá existir uma taxa suplementar.

No momento da reserva, deverá consultar-nos indicando as características do animal (espécie, género, porte, hábitos e personalidade).

Os animais não devem ser agressivos, devem estar habituados a viver dentro de casa e ao convívio com outros animais e pessoas.

Não aceitamos cadelas grávidas ou no período de cio.

Obrigatoriamente devem ter todas as vacinas em dia, incluindo a da tosse de canil, desparasitação interna e externa, com registo no Boletim Sanitário. Para além disso devem ter microchip e registo no SIAC / SICAFE.

Os animais de companhia pernoitam no quarto com os hóspedes, que devem trazer uma cama própria (não temos canil nem aceitamos animais a dormir no exterior ou noutras partes interiores do Monte que não seja o quarto onde o hóspede está alojado).

O tutor deve também trazer taça própria para comida e água, manta caso utilize, e pano para limpar as patas antes de entrar em casa.

Os animais não podem ficar no Monte sem os seus donos.

As suas necessidades de alimentação, água, passeios, higiene são da responsabilidade do tutor.

As necessidades fisiológicas devem ser feitas, sem qualquer excepção, fora da propriedade do Monte do Almo.

Deve ter em conta que esta é uma zona de cães de pastoreio que podem ser agressivos para outros animais. Deve passeá-lo sempre de trela.

Os hóspedes são responsáveis por todos os danos causados pelos seus animais, assim como despesas de limpeza extraordinárias ou custos com danos que estes causem.

No momento de check-in devem apresentar o boletim sanitário do animal.

Por norma, só aceitamos um animal por reserva.

6 – Utilização

O Monte do Almo está devidamente vedado, dispondo para utilização dos hóspedes de:

  • 2 quartos duplos
  • 1 quarto twin
  • 2 WC’s
  • Sala de refeições
  • Sala de estar
  • Piscina exterior
  • Zona exterior social e de refeições

Limpezas e troca de roupas de banho e de cama a cada 5 noites

Normas para utilização da piscina:

  • A piscina requer manutenção periódica, feita por uma equipa externa que se desloca ao Monte do Almo uma vez por semana na primavera / verão e uma vez de quinze em quinze dias no outono / inverno;
  • A piscina pode ser utilizada desde o amanhecer até ao anoitecer (não é permitido utilizar a piscina antes do amanhecer nem depois do anoitecer);
  • Antes de entrar na piscina o hóspede deve tomar duche no chuveiro exterior próprio para esse efeito;
  • Não é permitido utilizar a piscina com protector solar, especialmente os de origem química, nocivos para os organismos vivos;
  • O hóspede deve utilizar a piscina apenas com roupa própria de banho;
  • Não é permitido o acesso à piscina a hóspedes com feridas cutâneas mesmo que protegidas com pensos, ligaduras ou adesivos, nem àqueles que sejam portadores de doenças transmissíveis bem como de inflamações ou doenças de pele, olhos, ouvidos e fossas nasais, que estejam com diarreia e/ou febre;
  • As toalhas de banho fornecidas pelo Monte do Almo não podem ser utilizadas na piscina (cada hóspede deve trazer toalhas próprias para uso na piscina, não fornecemos);
  • Não é permitido comer ou beber na zona da piscina (nem levar pratos, copos e outros materiais potencialmente cortantes e/ou de vidro para esta zona);
  • As crianças e bebés devem ser vigiados a todo o momento (a piscina não tem gradeamento de segurança);
  • Depois de utilizar a piscina, o hóspede deve arrumar todos os materiais e mobiliário e recolher as suas toalhas e bens pessoais, deixando a zona da piscina conforme a encontrou.

7 – Alimentação

Está incluída na tarifa diária pequeno-almoço (vegan, baseado nos princípios da macrobiótica). O pequeno-almoço é servido às 8:30 (mas podemos combinar outro horário, caso seja possível).

Não é permitido cozinhar. 

Todos os produtos que trouxer para o Monte do Almo devem ser exclusivamente de origem vegetal.

Não servimos refeições (excepto o pequeno-almoço), mas convidamos frequentemente os hóspedes para fazerem parte das nossas refeições familiares (consulte-nos para mais informações).

Sugerimos alguns restaurantes nas proximidades com opções vegetarias / veganas. 

Podemos organizar a pedido piqueniques (comida de origem vegetal + bebidas + logística).

8 – Conduta

No Monte do Almo não é permitido:

  • Fumar (caso fume, peça-nos um cinzeiro e faça-o do lado de fora da propriedade);
  • Fazer barulho, o horário de silêncio é entre as 22h e as 7h, abstendo-se de utilizar aparelhos que emitam som (incluindo telemóvel).
  • Tirar a vida ou causar danos a qualquer ser vivo;
  • Perturbar a vida de qualquer ser vivo, incluindo as ovelhas, vacas, bodes etc. dos terrenos vizinhos;
  • Colher amostras de plantas ou rochas;
  • Destruir ou danificar árvores ou plantas;
  • Trazer produtos que não sejam de origem vegetal;
  • Abandonar lixo ou não fazer a sua correta separação;
  • Deixar objetos pessoais nas áreas comuns;
  • Lavar roupa à mão;
  • Colocar roupa a estender sem autorização;
  • Utilizar roupa molhada (ex. fato de banho) nos sofás, cadeiras, almofadas, etc. tanto exteriores, como interiores;
  • Colocar objectos nas sanitas (lentes de contacto, cotonetes, pensos higiénicos, tampões, etc.), estes devem ser colocados no balde próprio existentes no WC;
  • Durante a estadia, deve evitar utilizar produtos de higiene e beleza nocivos para o ambiente, privilegiando produtos naturais, ecológicos e orgânicos;
  • Utilizar calçado exterior no interior da casa (deve trazer um calçado exclusivo para uso no interior da casa ou se preferir pode andar descalço);
  • Alterar a disposição da mobília, equipamentos e/ou decoração;
  • Acender lume no exterior ou no interior (incluindo na lareira de chão) sem autorização;
  • Receber visitas sem aprovação;
  • Trazer animais sem aprovação;
  • Praticar desportos, jogar jogos com bolas, raquetes, etc.;
  • Ter atitudes que desrespeitem a moral e bons costumes;
  • Consumir substâncias estupefacientes;
  • Causar danos nas instalações do Monte do Almo.

9 – Direitos e deveres dos hóspedes

O hóspede tem direito a:

  • Utilizar as instalações do Monte do Almo e usufruir de todos os serviços que lhe foram indicados como incluídos no momento da reserva de acordo com o presente regulamento e nos temos da lei;
  • Ser informado previamente de todas as taxas;
  • Consultar o regulamento de utilização do Monte do Almo;
  • No check-in, encontrar camas devidamente preparadas com lençóis, edredons e almofadas, de acordo com o número de hóspedes indicados e 1 conjunto de toalhas por cada hóspede;
  • Limpeza dos espaços comuns e manutenção durante a estadia;
  • Serviços básicos de eletricidade, água, gás e internet wi-fi;
  • Contacto para recorrer em caso de necessidade;
  • Confidencialidade relativamente aos dados pessoais;
  • Utilizar o livro de reclamações nos termos legalmente previstos e registar no mesmo aquelas que considerarem adequadas;
  • Dar sugestões por escrito para melhorar o funcionamento do Monte do Almo.

O hóspede deve:

  • Ser afável com os anfitriões, colaboradores do Monte, outros hóspedes e população local;
  • Respeitar o compromisso que o Monte do Almo tem com uma Política de Turismo Responsável;
  • Minimizar a utilização de plásticos e outros materiais de utilização única durante a sua estadia e evitar o desperdício;
  • Desligar a salamandra e aquecedores quando não estiver a utilizar;
  • Apagar as luzes quando não estiver numa divisão ou no exterior;
  • Certificar-se sempre que as torneiras ficaram bem fechadas;
  • Utilizar a água de forma consciente;
  • Não contribuir para o desperdício alimentar;
  • Fazer a correcta separação do lixo;
  • Reportar, logo que possível, as anomalias ou deficiências que observe no funcionamento do Monte do Almo;
  • Utilizar as instalações e equipamentos do Monte do Almo como se estivesse em sua casa, de forma adequada e cuidadosa, responsabilizando-se sempre que provocar algum prejuízo no alojamento ou nos seus equipamentos;
  • Evitar atitudes ou barulho que perturbem o silêncio e a paz deste local;
  • Tomar duche no chuveiro exterior antes de utilizar a piscina e não entrar com protector solar na pele;
  • Não perturbar os animais, incluindo os das propriedades próximas;
  • Manter sempre o portão exterior fechado;
  • Manter as portas exteriores sempre fechadas, assim como as janelas das portas, evitando assim que entrem insectos e outros animais;
  • No verão manter as janelas e portadas dos quartos e WC’s fechados de dia e abrir só à noite para evitar a entrada de calor;
  • Sempre que for sair, deve verificar se:
    • todas as luzes estão apagadas;
    • a salamandra e aquecedores estão desligados;
    • deixou as torneiras fechadas;
    • leva as chaves.
  • Cultivar uma atitude mais contemplativa e introspectiva;
  • Praticar um discurso que seja unificador e gentil ao invés de um discurso divisório, malicioso e conversa sem propósito;
  • Aproveitar este espaço para cultivar a compaixão e a alegria.

10 – A trazer (recomendações)

  • Roupa confortável (no verão: fresca para de dia e um agasalho para a noite; no inverno: roupa quente);
  • Chapéu de sol no verão;
  • Casaco quente e impermeável, guarda-chuva, cachecol, gorro e luvas no inverno;
  • Toalha de piscina e biquíni / fato de banho / calções de banho no verão;
  • Calçado para caminhadas;
  • Calçado para usar no interior da casa;
  • Garrafa reutilizável (para encher de água filtrada quando sair e minimizar o consumo de garrafas plásticas);
  • Produtos de higiene e beleza naturais e ecológicos;
  • Protector solar de base mineral (caso utilize);
  • Repelente de insectos natural (caso utilize repelente).

11 – Manutenção e limpeza

A limpeza geral e manutenção diária das áreas comuns é feita pelo staff do Monte do Almo. No entanto os hóspedes devem sempre manter as áreas comuns organizadas e limpas, conforme as encontraram.

A limpeza de quartos e mudas de roupa de cama e de banho é feita pelo staff ao fim de 5 noites de estadia. O hóspede deve permitir o acesso ao quarto para limpeza e mudas de roupa de cama e banho.

12 – Separação do Lixo

Todo o lixo que fizer, deve ser colocado corretamente nos diferentes recipientes para separação de lixo:

Embalagens Plásticas e Metálicas (amarelo)

  • Deve colocar: garrafas de plástico vazias, sacos de plástico, pacotes de plástico, latas, esferovite, aerossóis.
  • Não deve colocar: pilhas, Cd’s, Dvd’s, canetas, garrafões de combustível, de tintas e vernizes, plásticos não embalagem, resíduos orgânicos, vidro, etc.
  • Boas práticas: escorra as embalagens; espalme as embalagens; reutilize os seus sacos.

Papel e Cartão (azul)

  • Deve colocar: embalagens de Papel e Cartão espalmadas, jornais, revistas, folhetos, sacos de papel, folhetos de publicidade.
  • Não deve colocar: papel autocolante, plastificado, alumínio, absorvente, papel e cartão com gordura, lenços e guardanapos sujos, papel de wc, toalhetes, fraldas.
  • Boas práticas: espalme as embalagens; evite que o papel se molhe; não contamine o papel

Vidro (verde)

  • Deve colocar: garrafas, frascos e boiões de vidro.
  • Não deve colocar: lâmpadas, chávenas, copos, pratos, cristal, espelhos, vidraças.
  • Boas práticas: escorra bem os frascos / boiões / garrafas; não necessita retirar as anilhas metálicas; evite depositar o vidro nos horários em que o barulho possa incomodar.

Resíduos indiferenciados (cinzento)

  • Deve colocar: papel de wc, papel e cartão com gordura, loiça, panos outros materiais cuja reciclagem não é possível.
  • Não deve colocar: pilhas, baterias, eletrodomésticos, lâmpadas, materiais de construção ou demolição, resíduos verdes.
  • Boas práticas: minimize o uso de resíduos não recicláveis ou não compostáveis

Resíduos Orgânicos (verde) – não utilize sem a nossa supervisão

  • Deve colocar: legumes, fruta, cascas.
  • Não deve colocar: resíduos não biodegradáveis, restos de pão, frutas cítricas (laranja, limão, toranja, etc), alho e cebola, nozes pretas, trigo, papel, arroz, serragem de madeira tratada, carvão vegetal e plantas doentes.

13 – Sala de Meditação

Se quiser participar das sessões de meditação em família é bem-vindo.

Deve entrar descalço e deve manter sempre o silêncio.

Se não tiver a sua almofada, pode usar as almofadas de meditação e mantas que temos disponíveis.

14 – Circulação de veículos e estacionamento

Deve estacionar no interior do Monte do Almo (ocupação máxima: 2 veículos).

Pode entrar ou sair a qualquer hora, mantendo sempre o portão fechado.

O Monte do Almo não se responsabiliza pela segurança dos veículos.

15 – No final da estadia

Antes do check-out, o hóspede deve:

  • Combinar com antecedência o horário de check-out pretendido (até às 11h);
  • Recolher todos os seus objetos pessoais;
  • Entregar os livros, caso tenha requisitado algum para ler durante a sua estadia;
  • Falar connosco caso tenha alguma sugestão e/ou reclamação;
  • Devolver todas as chaves.

Actualizado a 20 de Outubro 2021